Nova norma de rotulagem nutricional: entenda o que muda e como se adequar!

mar 3, 2022

A nova norma sobre rotulagem nutricional de alimentos embalados aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) estabelece mudanças na embalagem frontal e na tabela nutricional dos alimentos a partir de outubro de 2022.

A medida foi criada visando melhorar a legibilidade das informações nutricionais dos rótulos dos alimentos para que os consumidores possam fazer escolhas mais conscientes.

Mais do que modificar o layout dos produtos, a norma exigirá rápidas ações dos fabricantes para repensar a composição dos alimentos, uma vez que o alto teor de determinados nutrientes, certamente, impactará na decisão de compra dos consumidores, especialmente daqueles que estão buscando uma dieta mais saudável e equilibrada.

Para entender exatamente o que a nova norma prevê, de que forma ela impacta a comercialização dos alimentos no Brasil, leia o nosso artigo completo.

Rotulagem nutricional frontal dos alimentos

Essa é a grande inovação da medida, pois interfere diretamente no design frontal das embalagens. Isso porque ela determina a inclusão de um símbolo em formato de lupa indicando o alto teor de três nutrientes: açúcares adicionados, gorduras saturadas e sódio. Veja os exemplos abaixo:

Tabela Nutricional

A tabela nutricional também será reformulada para facilitar legibilidade das informações. Confira: 

Design

  • Deverá ter letras pretas e fundo branco;
  • Deverá ficar, em regra, próxima da lista de ingredientes e em superfície contínua, não sendo aceitas quebras;
  • Não poderá ser apresentada em áreas encobertas, locais deformados ou regiões de difícil visualização, com exceção para os produtos pequenos (área de rotulagem inferior a 100 cm²), em que a tabela poderá ser apresentada em áreas encobertas, desde que acessíveis.    

Informações nutricionais

  • Será obrigatória a identificação de açúcares totais e adicionais;
  • O valor energético e nutricional deverá ser declarado por 100 g ou 100 ml.

Fique atento aos prazos para adequação

A nova norma sobre rotulagem nutricional foi aprovada em outubro de 2020 e entrará em vigor 24 meses após a sua publicação. 

  • Produtos destinados exclusivamente ao processamento industrial ou aos serviços de alimentação deverão estar adequados já a partir da entrada em vigor do regulamento;
  • Os produtos que se encontrarem no mercado na data da entrada da norma em vigor terão, ainda, um prazo de adequação de 12 meses;
  • Alimentos fabricados por empresas de pequeno porte, como agricultores familiares e microempreendedores, terão prazo de 24 meses após a entrada em vigor, totalizando 48 meses no total;
  • Bebidas não alcoólicas em embalagens retornáveis, a adequação não pode exceder 36 meses após a entrada em vigor da resolução.

Últimas Notícias

Os assuntos mais relevantes do momento sobre gestão, inovação, tecnologia e agronegócio.

Aplicativos de Coleta: transformando a captação de leite

Aplicativos de Coleta: transformando a captação de leite

Quando a maneira tradicional de fazer leite se encontra com as novidades tecnológicas, os aplicativos de coleta se destacam como algo que muda bastante como o leite é coletado nos fazendas dos produtores rurais. Neste post, vamos explorar como essas ferramentas estão...

Defis 2024: prazo de entrega termina nesta quinta-feira

Defis 2024: prazo de entrega termina nesta quinta-feira

A Declaração de Informações Socioeconômicas e Fiscais (Defis) deve ser entregue até quinta-feira (28), que é considerado o último dia útil do mês de março. Empresas enquadradas como Microempresas (ME) ou Empresas de Pequeno Porte (EPP) inscritas no Simples...

FGTS Digital: entenda o que muda com novo sistema

FGTS Digital: entenda o que muda com novo sistema

O governo federal anunciou o lançamento do FGTS Digital nesta sexta-feira (1º). O novo sistema estava em fase de testes até meados de janeiro e agora será disponibilizado oficialmente aos empregadores. A nova plataforma do FGTS Digital foi desenvolvida com o intuito...